O SAL EM EXCESSO PREJUDICA A SAÚDE?

O consumo exagerado de sal, prejudica gravemente a saúde.

salt1
Estas são as conclusões duma pesquisa feita a 250 pessoas sobre o assunto, que compilaram dados de instituições médicas de 50 países. E segundo eles, o consumo excessivo de sal pode levar 2,3 milhões de pessoas à morte no Mundo num único ano. São números assustadores.

Para determinar este número de mortes ligadas à ingestão de sal, foram levados em conta mais de 100 testes médicos que apontavam o papel do sódio no aumento da hipertensão, no risco de ter um acidente vascular cerebral (AVC) e na probabilidade de sofrer uma perturbação cardíaca.

Mas parece que não é apenas com a parte cardiovascular que o sal é problemático. Estudos liderados por investigadores de várias faculdades de medicina, colocam a hipótese de o sal potenciar as doenças auto-imunes como a esclerose múltipla, a diabetes tipo 1 e a artrite reumatoide.

Isto acontece porque parece que o sal potencia a produção de um tipo específico de células de defesa, os linfócitos T. Estas células são importantes para combater agentes infecciosos, mas, quando são de mais, podem entrar em conflito com o organismo e começam a atacá-lo como se este fosse um intruso e daí o desencadear das doenças auto-imunes.

Muitas pessoas pensam que só quem coloca sal à mesa é que come sal em excesso. Isto não pode estar mais longe da verdade. Do muito do sal que se consome, a maioria está escondido.

E os alimentos a que deve prestar atenção são:
.
Alguns tipos de pão
. Comida pré feita,
pizzas, molhos pré feitos, salgadinhos (frescos ou congelados) snacks, etc.

 A Organização Mundial de Saúde recomenda no máximo 5g de sal por pessoa/dia

Deixar uma resposta