Antioxidantes e radicais livres

Os radicais livres são formados a partir do metabolismo das células do nosso corpo, mas em grandes quantidades tornam-se um problema para a manutenção de funções normais, causando doenças importantes.

E são muitas as doenças relacionadas com a grande formação de radicais livres e entre elas podemos citar, o envelhecimento precoce, alguns cânceres, a artrite e cardiopatias.

Por outro lado existem os compostos por antoxidantes que combatem a formação de radicais livres.

Estes compostos são os agentes responsáveis pela inibição e redução das lesões causadas pelos radicais livres nas células.

É através da alimentação que podemos adquirir potentes antoxidantes, tais como a vitamina C, a vitamina E, o Beta-caroteno e os flavonoides.

Para diminuir a formação de radicais livres é aumentar a quantidade de antoxidantes, é fácil, o segredo é consumir, todos os dias alguns alimentos com estas vitaminas para combater a formação e diminuir alguns factores que levam à produção de radicais livres.

É como uma balança…aumentar os factores bons e diminuir os factores maus!!!

Factores que levam a maior produção de radicais livres e que devem ser evitados:

  • Álcool em excesso
  • Cigarro
  • Alguns medicamentos que possuem oxidantes
  • Alimentos industrializados (corantes e conservantes)
  • Radiações ionizantes e solares
  • Consumo de gorduras em excesso
  • Cafeína
  • Açúcar refinado

Existem alguns nutrientes nos alimentos, em especial nas frutas e nos vegetais, que são antoxidantes. Eles são responsáveis pelo combate aos radicais livres. As vitaminas A, C e E, algumas vitaminas do complexo B e também o Selénio são os principais antoxidantes.

Alimentos que se devem consumir diariamente para prevenir o aparecimento de radicais livres:

  • Cenouras, espinafres, legumes, beterraba, tomate excelente quando cozido (molho), abóbora
  • Amêndoas e nozes
  • Frutas cítricas (laranja, limão, tangerina), uvas, morango, maçã, melão, ameixa.
  • Frutos do mar
  • Ovos
  • Alhos ( 1gr. por dia)
  • Cebola
  • Cereais integrais
  • Soja
  • Azeite
  • Iogurte (sem corantes nem conservantes)
  • O peixe (sobretudo o azul -cavala, sarda e atum).
  • Nas carnes (especialmente no peru) nos rins e fígado, encontra-se o selénio.

Saiba mais sobre este tema, contacte-nos através do Dr EU

Os comentários estão fechados.